segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

OSESP 2014 - Alunos do Ensino Médio


O programa Descubra a Orquestra na Sala São Paulo oferece diversas ações educativo-musicais, com o intuito de ampliar e fortalecer o desenvolvimento cultural e musical de alunos e professores inscritos no programa. 
O projeto de iniciação musical, dedicado aos alunos e professores de escolas públicas e privadas, é composto pelas temáticas: Formação de Professores, Formação de Público e Atividades na OSESP. A EE Jornalista Wandyck Freitas já firmou sua inscrição aos estudantes do Ensino Médio. Sugerimos duas datas: 04 de Abril e 16 de Maio. Assistiremos ao Concerto Didático da Sinfônica Heliópolis. Serão 75 vagas destinadas aos estudantes do Ensino Médio. Contamos com a participação de vocês.


Atenciosamente,

A Direção



A importância do Grêmio Estudantil

O que é Grêmio Estudantil
É uma organização sem fins lucrativos que representa o interesse dos estudantes e que tem fins cívicos, culturais, educacionais, desportivos e sociais. O grêmio é o órgão máximo de representação dos estudantes da escola. Atuando nele, você defende seus direitos e interesses e aprende ética e cidadania na prática. Ele permite que os alunos discutam, criem e fortaleçam inúmeras possibilidades de ação tanto no próprio ambiente escolar como na comunidade. O Grêmio é também um importante espaço de aprendizagem, cidadania, convivência, responsabilidade e de luta por direitos.

Objetivos
É importante deixar claro que um de seus principais objetivos é contribuir para aumentar a participação dos alunos nas atividades de sua instituição de ensino, organizando campeonatos, palestras, projetos e discussões, fazendo com que eles tenham voz ativa e participem – junto com pais, funcionários, professores, coordenadores e diretores – da programação e da construção das regras e normas, dentro da instituição de ensino, o grêmio também tem a função de expor as ideias e opiniões dos alunos dentro da administração da instituição de ensino.

O Movimento estudantil na História do Brasil
A juventude sempre cumpriu – e cumpre – um papel importante na História dos povos. No Brasil, também é assim. Selecionamos alguns momentos importantes em que os estudantes organizados se posicionaram, defendendo os direitos de nossa sociedade, transformando a realidade em que viviam e contribuindo ativamente na construção de um país melhor. E fizeram História.
1710 - Quando mais de mil soldados franceses invadiram o Rio de Janeiro, uma multidão de jovens estudantes de conventos e colégios religiosos enfrentou os invasores, vencendo-os e expulsando-os.
1786 - Doze estudantes brasileiros residentes no exterior fundaram um clube secreto para lutar pela Independência do Brasil. Alguns estudantes desempenharam papel fundamental para o acontecimento da Inconfidência Mineira.
1827 - Foi fundada a primeira faculdade brasileira, a Faculdade de Direito do Largo São Francisco. Este foi o primeiro passo para o desenvolvimento do movimento estudantil, que logo integrou as campanhas pela Abolição da Escravatura e pela Proclamação da República.
1897 - Estudantes da Faculdade de Direito da Bahia divulgaram, através de um documento escrito, as atrocidades ocorridas em Canudos (BA).
1901 - Fundação da Federação de Estudantes Brasileiros, que iniciou o processo de organização dos estudantes em entidades representativas.
1914 - Estudantes tiveram participação significativa na Campanha Civilista de Rui Barbosa ocorrida em meados do século XX, e na Campanha Nacionalista de Olavo Bilac, promovida durante a 1ª Guerra Mundial.
1932 - A morte de quatro estudantes (MMDC – Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo) inspirou a revolta que eclodiu na insurreição de São Paulo contra o Governo Central (Revolução Constitucionalista).
1937 - Criação da União Nacional dos Estudantes (UNE), a entidade brasileira representativa dos estudantes universitários.
1952 - Primeiro Congresso Interamericano de Estudantes, no qual se organizou a campanha pela criação da Petrobrás – “O Petróleo é Nosso”.
1963/64 - Os estudantes foram responsáveis por um dos mais importantes momentos de agitação cultural da história do país. Era a época do Centro Popular de Cultura (CPC) da UNE, que produziu filmes, peças de teatro, músicas, livros e teve uma influência, que perdura até os dias de hoje, sobre toda uma geração.
1964 - Em 1º de abril, o Golpe Militar derrubou o presidente João Goulart. A partir daí foi instituída a ditadura militar no Brasil, que durou até o ano de 1985. Neste período as eleições eram indiretas, sem participação direta da população no processo de escolha de presidente e outros representantes políticos.
Os estudantes formavam uma resistência contra o regime militar, expressando-se por meio de jornais clandestinos, músicas e manifestações, apesar da intensa repressão.
1968 - Em março, morre o estudante Edson Luís, assassinado por policiais no restaurante Calabouço, no Rio de Janeiro. No congresso da UNE, em Ibiúna, os estudantes reuniram-se para discutir alternativas à ditadura militar. Houve invasão da polícia, muitos estudantes foram presos, mortos ou desapareceram, evidenciando a repressão e a restrição à liberdade de expressão que eram características desse período. Em junho deste ano ocorre a passeata dos Cem Mil, que reuniu artistas, estudantes, jornalistas e a população em geral, em manifesto contra os abusos dos militares.
Em dezembro, durante o governo do general Arthur da Costa e Silva, foi assinado e decretado o Ato Institucional número 5 (AI-5) que cassou a liberdade individual, acabando com a garantia de Habeas Corpus da população.
1979 - As entidades estudantis começam a ser reativadas. Acontece a primeira eleição por voto direto na história da UNE, quando é eleito o presidente baiano Rui César Costa e Silva.
1984 - “1,2,3,4,5 mil. Queremos eleger o presidente do Brasil!!!” Diretas Já! – movimento da população, com participação fundamental dos estudantes e dos políticos progressistas, para a volta das eleições diretas para presidente no Brasil. O congresso votou a favor das eleições indiretas e Tancredo Neves foi nomeado presidente para o próximo mandato (a partir de 1985). Ficou decidido que as próximas eleições, em 1989, seriam diretas. Depois de 34 anos de eleições indiretas Fernando Collor de Melo é eleito presidente.
1992 - Acontecem sucessivas manifestações nas ruas contra a corrupção no governo dando início ao movimento de estudantes chamado Caras Pintadas, que resultou no Impeachment do então Presidente da República, Fernando Collor de Melo.



Estatuto Social do Grêmio Estudantil
O Estatuto do Grêmio Estudantil é um documento que estabelece as normas sob as quais o Grêmio vai funcionar, explicando como serão as eleições, a composição da Diretoria, como a entidade deve atuar em certos casos. Lembre-se de que o Grêmio vai existir por muito tempo, inclusive depois que a chapa eleita já tiver saído da Escola, novas diretorias precisam seguir certas regras e rituais para que o Grêmio continue funcionando. Para facilitar, preparamos um modelo básico, que pode ser modificado de acordo com as necessidades de sua Escola.

Solicitação do BOM Escolar municipal



BOM Municipal Escolar – Taboão da Serra

 
Direito de Obtenção do Cartão BOM Municipal Escolar

Têm direito ao cartão BOM Municipal Escolar, estudantes regularmente matriculados e professores no exercício da profissão, que se utilizam do Sistema de Ônibus Municipal da cidade de Taboão da Serra, e que residam a mais de um quilômetro da Instituição de Ensino.

- Educação Infantil;

- Ensino Fundamental - (Regular e Supletivo);

- Ensino Médio - (Regular e Supletivo);

- Cursos Profissionalizantes de Nível Técnico, nos termos do Decreto Federal nº 5.154, de 23/07/04, equivalentes ao ensino médio, autorizados pelos órgãos competentes;

- Cursos Regulares de Educação Profissional, ministrados por escolas Oficiais, Oficializadas ou Reconhecidas, com duração mínima de 2 (dois) anos;

- Curso de Graduação Superior, ministrado pelas Universidades e Faculdades Públicas ou Privadas, autorizadas pelo Ministério da Educação;

- Cursos de Pós-Graduação, autorizados pelo Ministério da Educação, limitando o benefício à quantidade de dias em que, mediante comprovante, o beneficiário deva se dirigir à Instituição de Ensino.

Sem Direito ao Benefício do Cartão BOM Municipal Escolar
- Curso de idiomas;
- Funcionários das Instituições de Ensino que não sejam professores no exercício da profissão como, por exemplo: Diretores (as), serventes, inspetores e funcionários da Administração;

- Cursos de qualificação profissional com duração inferior a 02 (dois) anos;
- Cursos preparatórios;

- Durante o período de estágio;

- Estudantes beneficiadas com outro tipo de gratuidade (Cartão BOM Especial ou Cartão BOM Sênior) e crianças com até 05 anos de idade.


Procedimento para Emissão do Cartão BOM Municipal Escolar

O estudante ou professor pode preencher o formulário de requisição através do site da Viação Fervima ou dirigir-se ao Posto de Atendimento da Viação Pirajuçara – Avenida Rotary, 600 – Parque Industrial Ramos de Freitas - Embu, para retirar o formulário de Requisição do BOM Municipal Escolar.
Preencher corretamente a requisição com os dados solicitados, anexar cópia do RG, do CPF, do holerite (para professores), comprovante de residência e declaração de matrícula emitida pela Instituição de Ensino, com firma reconhecida do Diretor e entregar no Posto de Atendimento da Viação Pirajuçara – Avenida Rotary, 600 – Parque Industrial Ramos de Freitas – Embu das Artes.

Procedimento para Revalidação do Cartão BOM Municipal Escolar

O estudante ou professor que JÁ POSSUI o Cartão BOM Municipal Escolar e continua nessa condição, para dar continuidade a compra de créditos, anualmente deverá revalidar o seu cartão
Para efetuar a revalidação do cartão BOM Municipal Escolar, o estudante ou professor deverá dirigir-se ao Posto de Atendimento da Viação Pirajuçara – Avenida Rotary, 600 – Parque Industrial Ramos de Freitas – Embu das Artes, portando a Declaração de Matrícula para o ano vigente e comprovante de residência emitido com no máximo 03 (três) meses.

Compra de Crédito Eletrônico para o Cartão BOM Municipal Escolar

- A venda de crédito eletrônico será feita somente na Loja do Cartão BOM em Taboão da Serra – Avenida Armando de Andrade, 313 – Centro, apresentando o cartão BOM Municipal Escolar e o Controle de Frequência devidamente carimbado pela Instituição de Ensino no mês correspondente ao da compra;

- A compra da cota Escolar está limitada a 02 (duas) vezes ao mês, obedecendo as seguintes quantidades:
50 (cinquenta) viagens mensais, de fevereiro a junho, e de agosto a novembro;
30(trinta) viagens em julho e dezembro.

2º Via do Cartão BOM Municipal Escolar

Em caso de perda ou roubo do cartão BOM Municipal Escolar, entre em contato com a Central de Atendimento pelo telefone 0800 77 11 800 ou dirija-se a Loja do Cartão BOM em Taboão da Serra, para solicitar o cancelamento do cartão. 2ª via.
O custo da 2ª via é R$ 21,00 que deverá ser pago em dinheiro na retirada do novo cartão.

A solicitação de segunda via do usuário menor de 16 anos deve ser realizada obrigatoriamente pelo seu responsável.

Regras de Utilização

- Limite de utilização por dia: limite da quota (50 viagens por mês);

- Tempo de reapresentação do cartão: 60 minutos na mesma linha, no mesmo carro e no mesmo sentido, e um minuto entre linhas distintas;

- Liberação da catraca: para saldo maior ou igual ao valor da tarifa, desde que não tenha sido ultrapassada a quota de viagens por mês (aquele que ocorrer primeiro).

Link para solicitação: www.viacaofervima.com.br

Solicitação do BOM Escolar Intermunicipal

  • A partir de de 2014 não será mais necessário apresentar o controle de frequência para a compra de créditos. A venda da cota escolar é limitada até DUAS vezes no mês;
  • O bilhete do tipo Escolar C-5 será aceito até 31/10/2013;
  • Para emissão ou revalidação do cartão BOM Escolar será cobrada a taxa de R$ 15,05 (conforme Resolução STM 91, de 25-10-2011). A Revalidação é ANUAL, mesmo para cursos semestrais. Faça outra SOMENTE se ainda NÃO fez no início do ano ou se trocou de escola ou endereço;
  • Consulte Informações Gerais no menu ao lado e leia atentamente o Manual de Orientação 2014 antes de prosseguir;
  • 2ª via de cartão, ligue para o CMT: 0800-77 11 800 (de 2ª feira a sábado das 7 às 20h).
  • Link para revalidação: http://www.emtu.sp.gov.br

Informe: Novo horário Manhã e Tarde

10 de Fevereiro: Novo horário das aulas nos períodos Manhã e Tarde

Manhã
1ª Aula - 07h00 às 07h50 
2ª Aula - 07h50 às 08h40
Intervalo - 08h40 às 09h00 1ª Série EM
3ª Aula - 08h40 às 09h30
Intervalo - 09h30 às 09h50 2ª e 3ª Série EM
4ª Aula - 09h50 às 10h40
5ª Aula - 10h40 às 11h30
6ª Aula - 11h30 às 12h20

Tarde
1ª Aula - 13h00 às 13h50 
2ª Aula - 13h50 às 14h40
3ª Aula - 14h40 às 15h30
Intervalo - 15h30 às 15h50 
4ª Aula - 15h50 às 16h40
5ª Aula - 16h40 às 17h30
6ª Aula - 17h30 às 18h20